Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus Pedreiras recebe o Projeto “Participa IFMA”
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Pedreiras recebe o Projeto “Participa IFMA”

Evento teve a presença da alta gestão do IFMA, que se reuniu com servidores e estudantes da unidade de educação
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 17/03/2022 15h52
  • última modificação 17/03/2022 16h08

Reitor Carlos Cesar Teixeira (de pé) reuniu-se com comunidade do Campus Pedreiras para a pactuação de ações

O campus do IFMA em Pedreiras recebeu a alta gestão do Instituto para a etapa de pactuação de ações estruturantes (ver abaixo), no âmbito do projeto Participa IFMA, voltado para a promoção da gestão participativa na instituição. O encontro de trabalho ocorreu no dia 11 de março (sexta-feira), reunindo o reitor Carlos César Teixeira Ferreira, pró-reitores e a comunidade de servidores, gestores e estudantes do Campus Pedreiras.

O Participa IFMA consiste de um projeto de gestão participativa concebido para ser implantado no exercício do período 2020-2024. O objetivo da iniciativa é aproximar a Reitoria do IFMA das atividades cotidianas desenvolvidas nos campi. Desse modo, a alta gestão do Instituto atua em colaboração com a direção-geral e estrutura administrativa de cada unidade de educação, a fim de favorecer o trabalho em rede e a gestão compartilhada e descentralizada, para que as demandas dos campi sejam atendidas. Quando da apresentação da iniciativa em reunião do Colégio de Dirigentes (COLDIR), a execução do Participa IFMA foi definida em cinco etapas: prospecção, pactuação, plano de ação, acompanhamento e feedback. Em 2021, o Campus São João dos Patos foi cenário da abertura oficial do projeto.

No Campus Pedreiras, as seguintes ações foram objeto de pactuação pelo reitor:

– Projeto e licitação do refeitório;

– Edificação da quadra esportiva;

– Busca de recursos para a construção do bloco multidisciplinar;

– Realização de licitação para a contratação de transporte por demanda (com a garantia de que as visitas técnicas de grupos de alunos continuem sendo feitas com a frota do próprio Instituto, até o cumprimento do que foi pactuado);

– Projeto e realização de licitação para a usina fotovoltaica do Campus.

“Acho muito importante esse compromisso mútuo entre o Campus e a Reitoria, pois pela primeira vez estamos definindo prioridade e nos comprometendo em desenvolver essas prioridades, dos anseios dos alunos, servidores e da comunidade institucional geral, e ter resultados em um ano”, considerou José Cardoso de Souza Filho, diretor-geral do Campus Pedreiras. Segundo o gestor, a adesão do campus ao projeto demonstra tanto eficiência quanto eficácia na busca de soluções para problemas como infraestrutura ou equipamentos, que requerem tempo considerável para a execução. Sobre o alinhamento do que vem sendo planejado entre as instâncias da Reitoria e dos campi, Cardoso explicou que se aplica a demandas de curto, médio e longo prazos, definindo-se os próximos passos a serem seguidos para o cumprimento dos objetivos planejados. “Não dá para acomodar todos os anseios em um ano, então temos uma perspectiva do que será prioridade a partir de um ano”, concluiu o diretor.

Na perspectiva de Fernanda de Nery Castro, aluna concluinte do curso técnico de Eletromecânica e liderança estudantil no Campus Pedreiras, promover a gestão participativa entre a Reitoria e as unidades de educação descentralizadas é de suma importância, pois ocorre de as comunidades dos campi terem uma visão de que a alta gestão do Instituto constitui uma esfera “inacessível e inalcançável”, muitas vezes desmotivando a manifestação dos alunos sobre suas próprias necessidades, por se sentirem “desamparados”. A discente ressaltou que eventos do porte do Participa IFMA, que reúnem representantes dos diferentes segmentos dos campi, contribuem para a sensação de acolhimento das comunidades por parte da Reitoria. “Em uma questão psicológica para os alunos, [a gestão participativa] nos deixa mais seguros”, disse Fernanda Castro, afirmando que o estímulo para que alunos e servidores apontem as demandas prioritárias advém da percepção de que serão ouvidos a de que a alta gestão tomará medidas necessárias para solucionar os problemas identificados.

Outro aspecto destacado pela discente foi de que os alunos egressos que receberam formação pelo IFMA contam com uma avaliação positiva da comunidade externa, conquistando posições de destaque ao ingressarem como profissionais no mercado de trabalho. Para ela, a participação discente nas tomadas de decisão do campus, como vem sendo proposto pelo Participa IFMA, contribui para a desenvoltura pessoal na busca de emprego e para esse destaque social.

Fim do conteúdo da página